Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Quarta-feira da 14ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 10,1-7): Chamando os doze discípulos, Jesus deu-lhes poder para expulsar os espíritos impuros e curar todo tipo de doença e de enfermidade. Naquele tempo, chamando os doze discípulos, Jesus deu-lhes poder para expulsar os espíritos impuros e curar todo tipo de doença e de enfermidade. Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e depois André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; Simão, o cananeu, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus. Jesus enviou esses doze, com as seguintes recomendações: «Não deveis ir aos territórios dos pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos! Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel! No vosso caminho, proclamai: O Reino dos Céus está próximo».

Ilustração: Pili Piñero

Hoje, assistimos a um momento importante da fundação da Igreja: Jesus escolhe os seus “primeiros” apóstolos. Porquê “primeiros”, entre aspas? Porque Deus nos escolhe a todos! Aqueles doze, Pedro, André, Tiago, João, Filipe… foram os “primeiros”. Recentemente, na Igreja viveu-se uma profunda mudança de mentalidade: todos os baptizados são escolhidos, todos somos apóstolos. É uma grande honra!

- Se levamos isto a sério, imaginas como o mundo pode mudar? E eu?, que posso fazer? Pregar com o exemplo: trabalha bem, obedece bem, reza bem, ama bem, sorri bem…