Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Terça-feira da 2ª semana da Páscoa

Evangelho (Jo 3,7-15): «Não te admires do que eu te disse: É necessário para vós nascer do alto. O vento sopra onde quer e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim é também todo aquele que nasceu do Espírito» (…). Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim também será levantado o Filho do Homem, a fim de que todo o que nele crer tenha vida eterna».

O “mandamento novo” “dom" e “tarefa”

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje, a menção do “novo nascimento” descreva a nova condição do homem depois do Batismo: Sua humanidade se transforma em um ser segundo o Espírito de Deus. Cristo —sendo “levantado” na Cruz — se nos entrega (“dom”) e, precisamente porque este dom renova-nos desde dentro, converte-se também em uma nova existência.

A inserção de nosso eu no seu —“Eu vivo, mas não eu: é Cristo que vive em mim” (Gal 2,20)— é o que verdadeiramente importa. O “ novo mandamento” está unido à novidade de Jesus Cristo, ao se submergir progressivamente Nele. “A nova lei é a mesma graça do Espírito Santo” (Tomás de Aquino), não uma nova norma, senão a nova interioridade dada pelo mesmo Espírito de Deus. Santo Agostino sintetiza a verdadeira novidade no cristianismo na fórmula: “Dá-me o que me mandas e manda-me o que queiras de mim”!

—Ser Cristiano é primeiro que nada um dom, logo se desenvolve na dinâmica do viver e por em prática esse dom ("tarefa").