Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Segunda-feira da 11ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 5,38-42): «Ouvistes que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente!’. Ora, eu vos digo: não ofereçais resistência ao malvado! (...). Dá a quem te pedir, e não vires as costas a quem te pede emprestado».

O perdão

Rev. D. Antoni CAROL i Hostench
(Sant Cugat del Vallès, Barcelona, Espanha)

Hoje o discurso de Jesus Cristo “rompe esquemas”. Pelo tom que emprega: Fala com uma autoridade moral própria somente de Deus. E pela doutrina que ensina: Jesus manda seus seguidores humanizar a convivência social —às vezes intolerante e individualista— com o perdão e a generosidade.

Somente Alguém que seja Deus tem direito a ensinar e mandar assim as exigências do amor. O perdão é uma das qualidades mais finas do amor. Jesus nos dá um exemplo maravilhoso quando, na paixão, pede ao Pai que nos perdoe. Quando não perdoamos alguém, estamos-lhe mantendo em dívida conosco (o “escravizamos”); porém, se o perdoamos o libertamos.

—Senhor-Deus, desejo que teus caminhos de paz e fraternidade sulquem o mundo inteiro. Peço-te que infundas o espírito de perdão e de generosidade entre os homens. Meu Salvador faz que eu saiba perdoar sempre, porque no céu eterno não poderia ser feliz mantendo dívidas e devedores.