Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Quarta-feira da 15ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 11,25-27): Naquela ocasião, Jesus pronunciou estas palavras: «Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos (...)».

O estilo de Deus

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje perguntamo-nos: Por que Jesus não opôs com poder os seus detratores? Por que não lhes demonstrou com vigor irrefutável que Ele é o Ressuscitado? Por que se revelou somente a um pequeno grupo de discípulos, cujo testemunho nós temos agora que confiar?

É próprio do mistério de Deus agir de maneira discreta. Somente pouco a pouco vai construindo sua história na grande história da humanidade. Faz-se homem, mas de tal maneira que pode ser ignorado pelos seus contemporâneos, pela força de renome na história. Padece e morre e, como Ressuscitado, quer atingir à humanidade unicamente a través da fé dos seus, aos que se manifesta. Não é talvez o estilo divino? Deus não atropela com poder exterior, senão que dá liberdade oferece e suscita amor.

—Senhor, Tu chamas com suavidade às portas de nosso coração. Quero abri-lo para que me faças capaz de “ver”.