Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Segunda-feira da 26ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 9,46-50): (...) Tomando a palavra, João disse: «Mestre, vimos alguém expulsar demônios em teu nome, mas nós lhe proibimos, porque não anda conosco». Jesus respondeu: «Não o proibais, pois quem não é contra vós, está a vosso favor».

A tolerância virtuosa

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje, Jesus Cristo estende uma ponte de "tolerância" —inclusive de "sã cooperação"— diante do arrebato de "exclusivismo" que se escapa ao apóstolo João, não é em vão o apelido de "filho do trovão". É um chamado de atenção diante do perigo da intolerância e da violência. Para impedir que a força do Direito se transforme em arbitrariedade, deve ser submetido a critérios firmes que todos devem reconhecer...

Ademais, são necessários gestos de humanidade que interrompam a intolerância e a violência, que busquem ao homem que há no próximo e apelem à sua humanidade, inclusive quando a primeira vista pareça um desperdiço. É urgente um autêntico "ius gentium" livre de intenções e de atos de predomínio hegemônico: só assim pode resultar claro que se trata de defender o Direito comum a todos, incluindo os que, por assim dizer, estão no lado oposto.

—Senhor, como cristão desejo aprender a disposição à reconciliação, fazendo todo o possível para que prevaleça a consciência, sem que sejam pisoteadas por ideologias ou interesses particularistas.