Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Terça-feira da 28ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 11,37-41): (…) O Senhor disse (…):«Vós, fariseus, limpais por fora o copo e a travessa, mas o vosso interior está cheio de roubos e maldades. Insensatos! Aquele que fez o exterior não fez também o interior? (…)».

"Se Deus daretur" (salvar a razão abrindo-a à fé)

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje —escutando a recriminação de Jesus aos fariseus— comprovamos como a ideia de Deus pode instrumentalizar-se e ser fulminante: este é o perigo que corre a religião. Mas, também uma razão que se separa completamente de Deus e quer confiná-lo ao âmbito do puramente subjetivo perde o norte e dá lugar a forças destrutivas.

Se a ilustração foi em busca dos fundamentos morais válidos "etsi Deus no daretur" (como se Deus não existisse), hoje devemos convidar aos agnósticos a que se abram a uma moral "se Deus daretur". Sem este ponto absoluto de referência (Deus), o obrar humano se perde na incertidão. Os cristãos estão chamados não certamente a pôr limites à razão, mas sim a negar-nos a que se reduza o âmbito do fazer.

—Senhor, me esforçarei para afirmar a capacidade de nossa razão para perceber o que é bom e Aquele que é Bom. Só assim livraremos a autêntica batalha a favor do homem e contra a inumanidade.