Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Segunda-feira da 5ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mc 6,53-56): Tendo atravessado o lago (…) as pessoas reconheceram Jesus. (…) e começaram a levar os doentes, deitados em suas macas, para o lugar onde ouviam falar que Jesus estava. E, em toda parte onde chegava, povoados, cidades ou sítios do campo, traziam os doentes para as praças e suplicavam-lhe para que pudessem ao menos tocar a franja de seu manto. E todos os que tocavam ficavam curados.

Os milagres: Deus continua sendo Deus

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje o Evangelho deixa constância expressa —embora não detalhada— dos milagres que foram realizados durante o passo do Filho de Deus, nem que fosse tocando a pontinha de seu manto. Realiza Deus, milagres hoje em dia? A fé cristã afirma que Deus exerce poder sobre o mundo e realmente pode fazer milagres (que é como sua "linguagem privada").

Nós só conhecemos as leis da natureza como regras de aplicação; em última instância, não podemos definir o que é a própria natureza, nem qual é a competência das leis naturais. Mas Deus, depois de terminado a criação, não se retirou: Ele pode obrar ainda. Continua sendo o Criador e, em consequência, sempre tem a possibilidade de "intervir". Deus continua sendo Deus!, De modo que —da forma que queira e seja boa para o mundo, quando Ele desejar— pode continuar manifestando-se no mundo como Criador e Senhor.

—A questão dos milagres sugere a questão divina: quem não reconhece os milagres tem outra imagem de Deus.