Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Sábado II do Advento

Evangelho (Mt 17,10-13): Descendo Jesus da montanha com eles, os discípulos perguntaram a Jesus: «Por que os escribas dizem que primeiro deve vir Elias?» Ele respondeu: «Sim, Elias vem; e porá tudo em ordem (…)».

Jesus, “Luz de Luz”, esperança do homem

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje respiramos um clima de expectativa. A liturgia convida à esperança, assinalando no horizonte da história a luz do Salvador que vem. Esta luz já se manifestou na plenitude dos tempos. Nossa esperança não carece de fundamento, senão que se apóia num acontecimento que se situa na história e, ao mesmo tempo, a supera: Jesus de Nazaré, a quem São João aplica o título de "luz" (próprio de Deus).

A esperança cristã está inseparavelmente unida ao conhecimento do rosto de Deus, o rosto que Jesus —o Filho unigênito— revelou-nos com sua encarnação, morte e ressurreição. A esperança verdadeira e segura está fundamentada na fé em Deus Amor, Pai misericordioso, que "tanto amou ao mundo que lhe deu ao seu Filho unigênito", para que os homens possam ter vida em abundância.

—O Advento é tempo favorável para redescobrir uma esperança não vaga e ilusória, senão certa e fiável, por estar "ancorada" em Cristo, Deus feito homem, roca de nossa salvação.