Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: 4 de Janeiro (Féria do tempo de Natal)

Evangelho (Jo 1,35-42): No dia seguinte, estava lá João outra vez com dois dos seus discípulos. E, avistando Jesus que ia passando, disse: Eis o Cordeiro de Deus. Os dois discípulos ouviram-no falar e seguiram Jesus. Voltando-se Jesus e vendo que o seguiam, perguntou-lhes: Que procurais? Disseram-lhe: Rabi (que quer dizer Mestre), onde moras? «Vinde e vede», respondeu-lhes ele (…).

O estábulo de Belém é o novo palácio de David

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje, Natal responde à pergunta: Onde moras? A manjedoura costuma se representar como um edifício desconjuntado. Delata um passado esplendoroso, mas ainda deteriorado, seus muros em ruínas: Se converteu justamente num estábulo. O trono de Davi, ao que se havia prometido uma duração eterna, está vazio. José, o descendente de Davi, é um simples artesão.

Davi mesmo começou como pastor. No estábulo de Belém, precisamente onde esteve o ponto de partida, começa a realeza davídica de um modo novo: Naquele menino enrolado em fraldas e deitado numa manjedoura. O novo trono desde o qual este “Davi” atrairá o mundo é a Cruz.

—A Cruz se corresponde com o novo inicio no estábulo. Assim se constrói o verdadeiro palácio davídico. Este novo palácio é a comunidade de quantos se deixam atrair pelo amor de Cristo e com Ele chega a ser uma humanidade nova. O poder da bondade que se entrega na Cruz!: Esta é a verdadeira realeza.