Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: 8 de Janeiro (Féria do tempo de Natal)

Evangelho (Mc 6, 34-44): Ao sair do barco, Jesus viu uma grande multidão e encheu-se de compaixão por eles, porque eram como ovelhas que não têm pastor. E começou, então, a ensinar-lhes muitas coisas. Já estava ficando tarde, quando os discípulos se aproximaram de Jesus e disseram: «Este lugar é deserto e já é tarde. Despede-os, para que possam ir aos sítios e povoados vizinhos e comprar algo para comer» Mas ele respondeu: «Vós mesmos, dai-lhes de comer»! (...)

Ao Deus verdadeiro pertence também o mundo da matéria

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje, dentro do contexto do Natal, contemplamos Jesus caminhando sobre as águas. Quem poderia fazê-lo —por seu próprio poder— senão Aquele que foi concebido virginalmente? Jesus é Deus e, como tal, tem poder sobre a matéria.

Há dois pontos na historia de Jesus que a ação de Deus intervém diretamente no mundo material: sua concepção virginal e sua ressurreição do sepulcro. Estes dois pontos são um escândalo para o espírito moderno. Deus se permite atuar na esfera espiritual, mas não na matéria. Isto nos incomoda! Mas… Deus é Deus, e não se move só no mundo das ideias; lhe pertence também a matéria.

—O poder criador de Deus abraça a todo ser. Por isto a concepção virginal e a ressurreição real do sepulcro são pedras de toque da fé. Si Deus não tivesse poder também sobre a matéria, não seria Deus. Mas sim tem este poder… e passeia com naturalidade sobre as aguas.