Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: O Batismo do Senhor (A)

Evangelho (Mt 3,13-17): Então, Jesus veio da Galileia para o rio Jordão, até junto de João, para ser batizado por ele. Mas João queria impedi-lo, dizendo: «Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?». Jesus, porém, respondeu-lhe: «Por ora, deixa, é assim que devemos cumprir toda a justiça!». E João deixou. Depois de ser batizado, Jesus saiu logo da água, e o céu se abriu. E ele viu o Espírito de Deus descer, como uma pomba, e vir sobre ele. E do céu veio uma voz que dizia: «Este é o meu Filho amado; nele está meu pleno agrado».

O Batismo de Jesus pré-anuncia o mistério do Deus Trino

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje, destaca a imagem do céu que se abre: sobre Jesus o céu está aberto. Sua comunicação com a vontade do Pai (o cumprimento de "toda justiça") abre o céu porque é exatamente ali onde —por essência— se cumpre a vontade de Deus.

A isto se junta à proclamação por parte de Deus, o Pai, da missão de Cristo, mas que não supõe um fazer, senão seu ser: Ele é o Filho predileto, sobre o qual descansa o beneplácito de Deus. Finalmente, aqui encontramos, junto com o Filho, também ao Pai e ao Espírito Santo: pré-anuncia-se o mistério do Deus Trino, que logicamente só se manifestará em profundidade durante o transcurso do caminho completo de Jesus.

—O Batismo de Jesus Cristo se enlaça com seu mandato apostólico de ir por todo o mundo e batizar "no nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo" (cf. Mt 28,19). O Batismo que administram os discípulos é a entrada no Batismo de Jesus: assim se chega a ser cristão!