Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

O Evangelho de hoje
para a família

Evangelho de hoje + desenho + catequese

Tempo Comum, Semana XXII (A), domingo

Baixar
Evangelho (Mt 16,21-27): Jesus, porém, voltou-se para Pedro e disse: «Vai para trás de mim, satanás! Tu estás sendo para mim uma pedra de tropeço, pois não tens em mente as coisas de Deus, e sim, as dos homens!». A partir de então, Jesus começou a mostrar aos discípulos que era necessário ele ir a Jerusalém, sofrer muito da parte dos anciãos, sumos sacerdotes e escribas, ser morto e, no terceiro dia, ressuscitar. Então Pedro o chamou de lado e começou a censurá-lo: «Deus não permita tal coisa, Senhor! Que isto nunca te aconteça!» Jesus, porém, voltou-se para Pedro e disse: «Vai para trás de mim, satanás! Tu estás sendo para mim uma pedra de tropeço, pois não tens em mente as coisas de Deus, e sim, as dos homens!».

Então Jesus disse aos discípulos: «Se alguém quer vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar sua vida a perderá; e quem perder sua vida por causa de mim a encontrará. De fato, que adianta a alguém ganhar o mundo inteiro, se perde a própria vida? Ou que poderá alguém dar em troca da própria vida? Pois o Filho do Homem virá na glória do seu Pai, com os seus anjos, e então retribuirá a cada um de acordo com a sua conduta».

Ilustração: Pili Piñero

Hoje, Jesus responde a Simão Pedro de um modo muito forte. Grande repreensão! Poucos segundos antes, Pedro tinha confessado que Jesus é o Filho de Deus e, por sua vez, Cristo confere-lhe o primado da Igreja (é o primeiro Papa!). Mas Jesus, falando-lhes confidencialmente, acrescenta que Ele será executado... Simão recusa--se a aceitar a Paixão do Senhor: «Que isto nunca Te aconteça!».

- Pedro está a pensar como um simples “gerente” de empresa… e tornou-se escravo do êxito. Mas Deus é Deus e a sua lógica é outra: o seu êxito consiste em “entregar-se por amor”.