Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Temas Mistérios Rosário Glória Coroação Maria Santíssima

Temas evangeli.net

Jesus nos Mistérios do Rosário

Mistérios de Glória
  1. A coroação de Maria Santíssima

Seguindo com a ideia do paralelismo entre Jesus Cristo e sua Mãe, também Ela participa de um modo eminente da glória de Jesus Cristo nos Céus. Cristo reina, a Ele foi entregue toda a potestade; por sua parte, a Virgem é coroada —reconhecida— como rainha de tudo o criado: céu e terra. Essa Rainha é nossa Mãe! Seu reinado é como o de Jesus Cristo, seu Filho: servir, servir-nos! (Ampliação: «Eis aqui a escrava do Senhor»).

***

 

1º) «Uma mulher vestida de sol, a lua a seus pés, e sobre sua cabeça uma coroa de doze estrelas» (Ap 12,1). A beleza da Mãe de Deus não podia ser melhor descrita: está como revestida de Dios mismo —o Sol dos sois—, e o resto do cosmos (lua, estrelas…) ficam sob sua potestade e estão presentes em sua mente (em seu coração de Mãe).

São Maximiliano Mª Kolbe sugeriu um audaz argumento sobre o “poder” da Virgem: dado a que para a concessão da graça maior jamais outorgada a uma criatura (a maternidade divina) o Altíssimo lhe pediu permisão a Maria, então —conclui o padre Kolbe— «não se outorga nenhuma graça sem que Jesus peça permissão a Maria». E, devido a que Jesus nos deu a Maria por Mãe, ele “sím”, temos a permissão sempre garantida. Ella reina com o querer -o amor- de uma mãe! (Ampliação: Santa Maria Reina).

 

2º) «Vi um céu novo e uma terra nova (…). Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu de parte de Deus, adornada como uma noiva que se prepara para seu esposo» (Ap 21,1-2). De novo o Apocalipse de são João! Quando se descrevia esta visão, Maria já tinha subido ao Céu… Seja o que for —Santa Maria já formava parte do Céu—, a citação nos serve para introduzir outra bela intuição do Papa Ratzinger: para nós o céu já não é uma esfera distante e desconhecida. Lá temos uma Mãe: a mesma Mãe de Jesus! Maria, em Deus, é rainha do céu e da terra. Exatamente porque está “em” e “com” Deus, Ela está muito próxima de cada um de nós… (Ampliação: O Céu tem um coração).

 

3º) «Quando sua saudação chegou aos meus ouvidos, o menino pulou de gozo em meu seio» (Lc 1,44). Nosso percorrido ao longo dos Mistérios do Rosário começou com a saudação cheia de alegria de São Miguel Arcanjo a Santa Maria («Alegra-te, Maria!»). Completamos este percorrido com o júbilo de santa Isabel e de são João Batista, que sem ter nascido já pulava de gozo.

Aquele encontro entre Maria e Isabel (na casa de Zacarias) quiçá seja um destelho do gozo do Céu, onde Deus será tudo para todos (cf. 1Cor 15,28). Vivamos este antecipo como nos pedia o Papa Francisco: «Estas duas mulheres se encontram e o fazem com alegria: esse momento é toda uma festa! Se aprendêssemos este serviço de ir ao encontro dos outros, como mudaria o mundo!».