Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Temas evangeli.net

Jesus nos Mistérios do Rosário

Mistérios Gozosos
  1. A Visitação

Despois da “ Encarnação do Filho de Deus”, passamos ao mistério da “Visitação da Virgem a sua prima santa Isabel” (um marco na História da Salvação) (introdução: clique aqui):

 

1º) «Maria se levantou e foi depressa a (…) uma cidade de Judá» (Lc 1,39). Assim é a fé da Virgem!: não somente disse “SIM” mas também que, ao mesmo tempo, respondeu com obras (e com agilidade!). Essa é a coerência à qual que nos desafia Santiago Apóstolo: «Mostra-me tua fé sem tuas obras, e eu te mostrarei minha fé por minhas obras» (Sant 2,18). Se Maria tivesse ficado “prudentemente” em Nazaré protegendo sua gravides, todos teríamos aceitado como muito compreensível…, mas agora não existiria 2º Mistério de Gozo... (para ampliar: Maria é a crente por excelência).

 

2º) «O menino saltou de gozo no meu seio» (Lc 1,44). Com a chegada de Jesus (apenas uns poucos dias de vida no ventre de sua Mãe), também na casa de Zacarias e Isabel se respira um ambiente de contagiosa alegria (para ampliar: «Feliz aquela que acreditou!»). De novo, o protagonista é Jesus Cristo (para ampliar: João, antes de nascer, anuncia Jesus): Deus se faz presente, são João o presidente e suas respectivas mães são as porta-vozes exultantes de tão simpático mistério.

 

3º) «"Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?" (Lc 1,43). Compreendemos a surpresa de Isabel: a Mãe do Senhor se ocupa da mãe do precursor. Não deveria ter sucedido ao revês? A lógica de Deus! No Calvário Jesus e Maria voltarão a surpreender-nos com sua “lógica”: em lugar de algo assim como um «Juan, cuida de minha mãe», dos lábios de Jesus saiu ele «Mulher, ai tens a teu filho» (Jn 19,26). Jesus cuida de nós, e Maria também! (para ampliar: O “Deus–que–vem” deseja encontrar-se conosco e visitar-nos).

 

4º) «Proclama minha alma as grandezas do Senhor, e se alegra meu espírito em Deus meu Salvador» (Lc 1,46-47). A Magnifica é uma oração em forma de poema que surge do coração agradecido de Santa Maria (para ampliar: Humildade e gratidão de Maria). Denota um elevado e ponderado conhecimento da Sagrada Escritura (para ampliar: O “Magnifacat” da Virgem Maria). Graças a esta bagagem, Maria é capaz de responder bem e rápido à Vontade de Deus e sempre! Isso não é fácil!