Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Segunda-feira da 20ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 19,16-22): Alguém aproximou-se de Jesus e disse: «Mestre, que devo fazer de bom para ter a vida eterna?». Naquele tempo, alguém aproximou-se de Jesus e disse: «Mestre, que devo fazer de bom para ter a vida eterna?». Ele respondeu: «Por que me perguntas sobre o que é bom? Um só é bom. Se queres entrar na vida, observa os mandamentos». ?«Quais?», perguntou ele. Jesus respondeu: «Não matarás, não cometerás adultério, não roubarás, não levantarás falso testemunho, honra pai e mãe, ama teu próximo como a ti mesmo». O jovem disse-lhe: «Já observo tudo isso. Que me falta ainda?». Jesus respondeu: «Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá o dinheiro aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me». Quando ouviu esta palavra, o jovem foi embora cheio de tristeza, pois possuía muitos bens.

Ilustração: Francesc Badia

Hoje o Evangelho nos apresenta o diálogo entre Jesus Cristo e o jovem rico. Em muitas ocasiões, este jovem somos nós mesmos. Por um lado, sentimos a ânsia de felicidade eterna. Pode ser “total” a felicidade se não tiver um horizonte de eternidade? Se minha felicidade vai se acabar dentro de uns anos, mesmo sejam bastantes anos, então… Por isso a aquele jovem se preocupa pela vida eterna.

—Por outro lado, é difícil “deixar ir”. Queremos ser eternos, mas amarrados aos bens terrenos. E, como se resolve esta “equação”? Vamos escutar o que diz Cristo!