Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Sexta-feira da 33ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Lc 19,45-48): Jesus entrou no templo e começou a expulsar os que ali estavam vendendo. E disse: «Está escrito: Minha casa será casa de oração. Vós, porém, fizestes dela um antro de ladrões». Naquele tempo, Jesus entrou no templo e começou a expulsar os que ali estavam vendendo. E disse: «Está escrito: Minha casa será casa de oração. Vós, porém, fizestes dela um antro de ladrões». Todos os dias, ele ficava ensinando no templo. Os sumos sacerdotes, os escribas e os notáveis do povo procuravam um modo de matá-lo. Mas não sabiam o que fazer, pois o povo todo ficava fascinado ao ouvi-lo falar.

Ilustração: Pau Morales

Hoje resulta muito oportuna esta grave advertência de Jesus. O aviso segue vigente, muito vigente! Em bastantes zonas da sociedade ocidental tem se debilitado o sentido do sagrado. Há alguns lugares onde que os casamentos (ou os funerais, ou as Primeiras Comunhões) parecem mais um estádio (ou uma sala de convenções) antes que um templo. Quanto menos rezamos, mais falamos!

—Quando Jesus se desgostou no Templo (há 2.000 anos), Ele ainda não estava presente através da Eucaristia. Agora sim. Pois imagine que desgosto para Ele!