Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Terça-feira da 7ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mc 9,30-37): Chegaram a Cafarnaum. Estando em casa, Jesus perguntou-lhes: «Que discutíeis pelo caminho?». Eles, no entanto, ficaram calados, porque pelo caminho tinham discutido quem era o maior. Partindo dali, Jesus e seus discípulos atravessavam a Galiléia, mas ele não queria que ninguém o soubesse. Ele ensinava seus discípulos e dizia-lhes: «O Filho do Homem vai ser entregue às mãos dos homens, e eles o matarão. Morto, porém, três dias depois ressuscitará». Mas eles não compreendiam o que lhes dizia e tinham medo de perguntar.

Chegaram a Cafarnaum. Estando em casa, Jesus perguntou-lhes: «Que discutíeis pelo caminho?». Eles, no entanto, ficaram calados, porque pelo caminho tinham discutido quem era o maior. Jesus sentou-se, chamou os Doze e lhes disse: «Se alguém quiser ser o primeiro, seja o último de todos, aquele que serve a todos!». Em seguida, pegou uma criança, colocou-a no meio deles e, abraçando-a, disse: «Quem acolher em meu nome uma destas crianças, estará acolhendo a mim mesmo. E quem me acolher, estará acolhendo, não a mim, mas Àquele que me enviou».

Ilustração: Sr. Josep Lluís Martínez i Picañol (Picanyol)

Hoje, Jesus Cristo anuncia, pela primeira vez, a sua paixão, morte e ressurreição. Será que os discípulos perceberam? Parece que não! Depois da crucifixão não esperavam a ressurreição de Jesus. Não tinham entendido! E o Senhor tinha-o repetido várias vezes.

- Como é que não “percebemos” o que Deus nos diz? Porque andamos distraídos fazendo cálculos e discutindo quem é o maior, o mais importante, o mais…