Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Domingo XVI (C) do Tempo Comum

Evangelho (Lc 10,38-42): Jesus entrou num povoado, e uma mulher, de nome Marta, o recebeu em sua casa. Ela tinha uma irmã, Maria, a qual se sentou aos pés do Senhor e escutava a sua palavra. Marta, porém, estava ocupada com os muitos afazeres da casa... Jesus entrou num povoado, e uma mulher, de nome Marta, o recebeu em sua casa. Ela tinha uma irmã, Maria, a qual se sentou aos pés do Senhor e escutava a sua palavra. Marta, porém, estava ocupada com os muitos afazeres da casa. Ela aproximou-se e disse: «Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha com todo o serviço? Manda pois que ela venha me ajudar!». O Senhor, porém, lhe respondeu: «Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada com muitas coisas. No entanto, uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada».

Ilustração: Sr. Josep Lluís Martínez i Picañol (Picanyol)

Hoje em dia vivemos em “alta velocidade”, estamos numa permanente corrida de “Fórmula 1”. Isto tem os seus riscos: nem todos foram treinados para isso. Corremos tanto que não sabemos nem para onde corremos. Por isso há pessoas que se “queimam” e entram em cansaço e/ou depressão.

- «Marta, Marta, andas inquieta e preocupada com muitas coisas; quando uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte». Que parte escolheste tu? Também tens um “Fórmula 1”?