Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Sábado IV da Páscoa

Evangelho (Jo 14,7-14): «Eu estou no Pai e o Pai está em mim». Naquele tempo, Jesus disse aos seus discípulos: «Se me conhecestes, conhecereis também o meu Pai. Desde já o conheceis e o tendes visto». Filipe disse: «Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta». Jesus respondeu: «Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me conheces? Quem me viu, tem visto o Pai. Como é que tu dizes: ‘Mostra-nos o Pai’? Não acreditas que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; é o Pai que, permanecendo em mim, realiza as suas obras.

»Crede-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Crede, ao menos, por causa destas obras. «Em verdade, em verdade, vos digo: quem crê em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai. E o que pedirdes em meu nome, eu o farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes algo em meu nome, eu o farei».

Ilustração: Pili Piñero

Hoje, o Senhor Jesus está a despedir-se dos Apóstolos. E diz-lhes abertamente que Ele é Deus: «Quem me vê a mim, vê o Pai». Jesus de Nazaré é Deus!, e com Ele podemos entrar na vida de família da Santíssima Trindade: na vida do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

- Jesus diz-nos: «Acreditai em mim. Pelo menos, acreditai pelas obras». Jesus Cristo fez coisas grandes que nunca mais ninguém realizou: a mais importante é a sua ressurreição. Jesus, eu confio em Ti!