Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Quinta-feira da 7ª semana da Páscoa

Evangelho (Jo 17,20-26): «Que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste». Naquele tempo, Jesus, alçando os olhos ao céu, disse: «Eu não rogo somente por eles, mas também por aqueles que vão crer em mim pela palavra deles. Que todos sejam um, como tu, Pai, estás em mim, e eu em ti. Que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes dei a glória que tu me deste, para que eles sejam um, como nós somos um: eu neles, e tu em mim, para que sejam perfeitamente unidos, e o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste como amaste a mim. Pai, quero que estejam comigo aqueles que me deste, para que contemplem a minha glória, a glória que tu me deste, porque me amaste antes da criação do mundo. Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheci, e estes conheceram que tu me enviaste. Eu lhes fiz conhecer o teu nome, e o farei conhecer ainda, para que o amor com que me amaste esteja neles, e eu mesmo esteja neles».

Ilustração: Sr. Josep Lluís Martínez i Picañol (Picanyol)

Hoje, ouvimos como Jesus insiste em rezar ao Pai pedindo que todos nós vivamos unidos. Jesus rezou muito por essa intenção. É uma questão muito importante e, contudo, quantas divisões há!: entre famílias, entre povos, entre nações…

Os homem acreditarão que Jesus é Deus se virem que nós, os seus discípulos, vivemos unidos e nos amamos. Se não estamos unidos à volta de Cristo, as pessoas vão-se perguntar: esses cristãos, a quem seguem?

- O amor entre todos os homens começa pelo amor e pela união entre os da minha casa.