Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

O Evangelho de hoje
para a família

Evangelho de hoje + desenho + catequese

Quarta-feira da 5ª semana da Quaresma

Baixar
Evangelho (Jo 8,31-42): Jesus disse: «Se permanecerdes em minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, e conhecereis a verdade, e a verdade vos tornará livres». Jesus, então, disse aos judeus que acreditaram nele: «Se permanecerdes em minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, e conhecereis a verdade, e a verdade vos tornará livres». Eles responderam: «Nós somos descendentes de Abraão e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer: ‘Vós vos tornareis livres’?» Jesus respondeu: «Em verdade, em verdade, vos digo: todo aquele que comete o pecado é escravo do pecado. O escravo não permanece para sempre na casa, o filho nela permanece para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres. Bem sei que sois descendentes de Abraão. No entanto, procurais matar-me, porque minha palavra não encontra espaço em vós. Eu falo do que vi junto do Pai; e vós fazeis o que ouvistes do vosso pai».

Eles responderam: «Nosso pai é Abraão». Jesus, então, lhes disse: «Se fôsseis filhos de Abraão, praticaríeis as obras de Abraão! Agora, no entanto, procurais matar-me, porque vos falei a verdade que ouvi de Deus. Isto Abraão não fez. Vós fazeis as obras do vosso pai». Eles disseram então a Jesus: «Nós não nascemos da prostituição. Só temos um pai: Deus». Jesus respondeu: «Se Deus fosse vosso pai, certamente me amaríeis, pois é da parte de Deus que eu saí e vim. Eu não vim por conta própria; foi ele quem me enviou».

Ilustração: Sr. Josep Lluís Martínez i Picañol (Picanyol)

Hoje ouvimos um dos ditos de Jesus que más gostavan a São Joao Paulo II: «A verdade vos tornará livres». Fala-se muito de liberdade. Todo mundo quer isso! Mas nós sabemos realmente o que significa "ser livre"? Para muitos é o mesmo que "fazer o que se quer" sem limites. Mas ... Jesus não vendeu-nos essa liberdade tão caprichosa; Jesus relaciona a liberdade com a verdade. Jesus-Deus era infinitamente livre, e não podemos vê-lo: pregado, imobilizado na Cruz, sereno, desculpando as nossas ofensas.

-¿Adivinas para o que é a liberdade? Para amar, não é para"jogar". Qeum vive a vida jogando, termina sendo um escravo do jogo.

Santo Natal e feliz ano novo de 2021 o Senhor Deus

A Equipe de evangeli.net