Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Sábado I do Tempo Comum

Evangelho (Mc 2,13-17): Ao passar, viu Levi, o filho de Alfeu, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: «Segue-me!» Ele se levantou e seguiu-o. Outra vez, Jesus saiu para a beira do mar. Toda a multidão ia até ele, e ele os ensinava. Ao passar, viu Levi, o filho de Alfeu, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: «Segue-me!» Ele se levantou e seguiu-o. Enquanto estava à mesa na casa de Levi, muitos publicanos e pecadores puseram-se à mesa com Jesus e seus discípulos. Pois eram muitos os que o seguiam. Os escribas, que eram fariseus, vendo que ele comia com os pecadores e os publicanos, disseram aos discípulos de Jesus: «Por que ele come com os publicanos e os pecadores?». Tendo ouvido, Jesus respondeu-lhes: «Não são as pessoas com saúde que precisam de médico, mas as doentes. Não é a justos que vim chamar, mas a pecadores».

Ilustração: Francesc Badia

Hoje, enchemo-nos de esperança. Para Deus nada é impossível. Eis o futuro São Mateus, apóstolo e evangelista. Aqi está ele a enriquecer, cobrando impostos (certamente mais do que os devidos). E Cristo consegue “libertar” Levi daquela forma de vida “fácil” à base de se aproveitar dos outros. É difícil libertar-se do circulo da comodidade instalada.

- Mas bastou Jesus dizer-lhe «Segue-me». Incrível! - Se estamos com Jesus tudo é possível (embora não nos poupe o esforço).