Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Tempo Comum, Semana II (B), domingo

Evangelho (Jo 1,35-42): André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que tinham ouvido a declaração de João e seguido Jesus. Ele encontrou primeiro o próprio irmão, Simão, e lhe falou: «Encontramos o Cristo!» (que quer dizer Messias). Então, conduziu-o até Jesus. No dia seguinte, João estava lá, de novo, com dois dos seus discípulos. Vendo Jesus caminhando, disse: «Eis o Cordeiro de Deus»! Os dois discípulos ouviram esta declaração de João e passaram a seguir Jesus. Jesus voltou-se para trás e, vendo que eles o seguiam, perguntou-lhes: «Que procurais?» Eles responderam: «Rabi (que quer dizer Mestre), onde moras?». Ele respondeu: «Vinde e vede»! Foram, viram onde morava e permaneceram com ele aquele dia. Era por volta das quatro horas da tarde. André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que tinham ouvido a declaração de João e seguido Jesus. Ele encontrou primeiro o próprio irmão, Simão, e lhe falou: «Encontramos o Cristo!» (que quer dizer Messias). Então, conduziu-o até Jesus, que lhe disse, olhando para ele: «Tu és Simão, filho de João. Tu te chamarás Cefas!» —que quer dizer Pedro».

Ilustração: Pili Piñero

Hoje, vemos como começa a formar-se o grupo dos seguidores de Jesus: tudo começa com a valentia e a honestidade de João Baptista. João fala tão bem de Jesus Cristo que os seus próprios amigos vão atrás de Jesus e ficam com Ele. E esses, por sua vez, falam a outros… e assim chegou Pedro (mais tarde será o primeiro Papa!).

- Falas de Jesus aos teus amigos com entusiasmo?