Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Quinta-feira da 21ª semana do Tempo Comum

Evangelho (Mt 24,42-51): Disse Jesus a seus discípulos: «Vigiai, portanto, pois não sabeis em que dia virá o vosso Senhor (...). Ficai preparados! Pois na hora em que menos pensais, virá o Filho do Homem». Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: «Vigiai, portanto, pois não sabeis em que dia virá o vosso Senhor. Ficai certos: se o dono de casa soubesse a que horas da noite viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que sua casa fosse arrombada. Por isso, também vós, ficai preparados! Pois na hora em que menos pensais, virá o Filho do Homem. Quem é o servo fiel e prudente, que o Senhor encarregou do pessoal da casa, para lhes dar alimento na hora certa? Feliz aquele servo que o senhor, ao chegar, encontrar agindo assim. Em verdade vos digo, ele lhe confiará a administração de todos os seus bens. O servo mau, porém, se pensar consigo mesmo: ‘Meu senhor está demorando’, e começar a bater nos companheiros e a comer e a beber com os bêbados, então o senhor desse servo virá num dia inesperado e numa hora imprevista. Ele o excluirá e lhe imporá a sorte dos hipócritas. Ali haverá choro e ranger de dentes».

Ilustração: P. Lluís Raventós Artés

Hoje o Senhor nos fala de algo em que temos a tendência de não pensar… Com frequência a gente se pergunta: O que eu quero? E, no entanto, é mais fundamental perguntar: para que vivo? Qual é meu destino? Não durmamos! Não digamos, «meu senhor, demora», porque para todos o senhor acaba chegando.

—O “pranto e ranger os dentes” representa o perigo de dormir e de chegar tarde. Em um mundo distanciado de Deus e, portanto, do amor, se sente frio, até o ponto de provocar o “ranger de dentes”.