Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

O Evangelho de hoje
para a família

Evangelho de hoje + desenho + catequese

Segunda-feira da 24ª semana do Tempo Comum

Baixar
Evangelho (Lc 7,1-10): Jesus entrou em Cafarnaum. Havia um centurião que tinha um servo a quem estimava muito. Quando terminou de falar estas palavras ao povo que o escutava, Jesus entrou em Cafarnaum. Havia um centurião que tinha um servo a quem estimava muito. Estava doente, à beira da morte. Tendo ouvido falar de Jesus, o centurião mandou alguns anciãos dos judeus pedir-lhe que viesse curar o seu servo. Quando eles chegaram a Jesus, recomendaram com insistência: «Ele merece este favor, porque ama o nosso povo. Ele até construiu uma sinagoga para nós».

Jesus foi com eles. Quando já estava perto da casa, o centurião mandou alguns amigos dizer-lhe: «Senhor, não te incomodes, pois não sou digno de que entres em minha casa. Por isso, nem fui pessoalmente ao teu encontro. Mas dize uma palavra, e meu servo ficará curado. Pois eu, mesmo na posição de subalterno, tenho soldados sob as minhas ordens, e se ordeno a um: ‘Vai!’, ele vai; e a outro: ‘Vem!’, ele vem; e se digo a meu escravo: ‘Faze isto!’, ele faz».

Ao ouvir isso, Jesus ficou admirado. Voltou-se para a multidão que o seguia e disse: «Eu vos digo que nem mesmo em Israel encontrei uma fé tão grande». Aqueles que tinham sido enviados voltaram para a casa do centurião e encontraram o servo em perfeita saúde.

Ilustração: Francesc Badia

Hoje estamos extasiados diante da figura deste oficial romano. Um homem como Deus manda! E isso que era “pagão” (não era descendente de Abrahão). Não sabemos se conhecia a Sagrada Escritura… mas amava às pessoas. Tinha tanta fama de homem justo que até os mesmos judeus dizem a Jesus: «Merece que o conceda, porque ama ao nosso povo, e ele mesmo nos edificou na sinagoga».

—E de Jesus mereceu um elogio precioso: «Os digo que nem em Israel encontrou una fé tão grande». E eu, cristão, o que poderiam dizer de mim?

O novo site evangeli.net já está disponível. Esperamos que a distribuição do conteúdo e as novidades facilitem a leitura e meditação do Evangelho e seus comentários.