Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: 5 de Janeiro (Féria do tempo de Natal)

Evangelho (Jo 1,43-51): Natanael perguntou:«De Nazaré pode sair algo de bom?» Filipe respondeu: «Vem e vê»! No dia seguinte, ele decidiu partir para a Galiléia e encontrou Filipe. Jesus disse a este: «Segue-me»! (Filipe era de Betsaida, a cidade de André e de Pedro). Filipe encontrou-se com Natanael e disse-lhe: «Encontramos Jesus, o filho de José, de Nazaré, aquele sobre quem escreveram Moisés, na Lei, bem como os Profetas». Natanael perguntou:«De Nazaré pode sair algo de bom?» Filipe respondeu: «Vem e vê»!

Jesus viu Natanael que vinha ao seu encontro e declarou a respeito dele: «Este é um verdadeiro israelita, no qual não há falsidade»! Natanael disse-lhe: «De onde me conheces?» Jesus respondeu: «Antes que Filipe te chamasse, quando estavas debaixo da figueira, eu te vi». Natanael exclamou: «Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel!» Jesus lhe respondeu: «Estás crendo só porque falei que te vi debaixo da figueira? Verás coisas maiores que estas”. E disse-lhe ainda: «Em verdade, em verdade, vos digo: vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem!»

Ilustração: Francesc Badia

Hoje lemos uma história divertida. Felipe esteve com Jesus e ficou impressionado. Ao encontrar o seu amigo Natanael, logo, contou: —Encontrei o Salvador esperado pelo povo de Israel, Jesus de Nazaré! Natanael responde com pouca cortesia: «¿De Nazaré pode sair algo bom? ».

—Jesus, em compensação, fala bem de Natanael: «Aqui tem um verdadeiro israelita, em quem não há engano». Que elogio! E é que Deus nos conhece profundamente, sem preconceitos… e nos ama tal e como somos.