Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: 8 de Dezembro: A Imaculada Conceição da Virgem Maria

Evangelho (Lc 1,26-38): Quando Isabel estava no sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem prometida em casamento a um homem de nome José, da casa de Davi. A virgem se chamava Maria. O anjo entrou onde ela estava e disse: «Alegra-te, cheia de graça! O Senhor está contigo». Ela perturbou-se com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação.

O anjo, então, disse: «Não tenhas medo, Maria! Encontraste graça junto a Deus. Conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande; será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai. Ele reinará para sempre sobre a descendência de Jacó, e o seu reino não terá fim» (…). Maria disse: «Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra» (…).

A Imaculada Conceição da Virgem Maria

REDAÇÃO evangeli.net (elaborado com base nos textos de Bento XVI)
(Città del Vaticano, Vaticano)

Hoje celebramos que Maria é “In-maculada” (sem mancha), santa, desde que foi concebida: como um favor divino singular, Deus evitou-lhe o “contagio” do pecado original. O relato maravilhoso do anuncio a Maria, ajuda-nos a entender o conteúdo do titulo de “Imaculada”.

A saudação do anjo está tecida com fios do Antigo Testamento. Maria, humilde mulher de província, proveniente de estirpe sacerdotal, é o “santo descanso” de Israel, ao quais todos os profetas faziam referência em todos os períodos turbulentos. Nela está presente a verdadeira Sion: no seu coração Deus encontra descanso. Ela é o brotar que, na escura noite invernal da história, floresce do tronco abatido de David: Dela germina a árvore da redenção. Deus não fracassou como podia parecer no inicio da história: Deus salvou e salva o seu povo.

—Maria, tu és o Israel santo; tu dizes “sim” ao Senhor, pões-te plenamente à sua disposição e, assim, convertes-te no templo vivo de Deus.