Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Meditando o Evangelho de hoje

Evangelho de hoje + homilía (de 300 palavras)

Quarta-feira da 6ª semana da Páscoa

Baixar
1ª Leitura (At 17,15.22–18,1): Naqueles dias, os que acompanhavam Paulo levaram-no a Atenas e voltaram em seguida, encarregados de transmitirem a Silas e a Timóteo a ordem de irem ter com Paulo o mais depressa possível. Um dia, Paulo, de pé no meio do Areópago, disse: «Atenienses, vejo que sois em tudo extremamente reli¬gio¬sos. Na verdade, quando eu andava percorrendo a vossa cidade e observando os vossos monumentos sagrados, encontrei até um altar com a inscrição: ‘Ao Deus desconhecido’.

Pois bem: Aquele que venerais sem O conhecer, é esse que eu vos anuncio. O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe é o Senhor do céu e da terra. Não habita em templos feitos por mãos humanas, nem é servido pelas mãos dos homens, como se tivesse necessidade de alguma coisa. É Ele que a todos dá a vida, a respiração e tudo o mais. Criou de um só homem todo o género humano, para habitar sobre a superfície da terra, e fixou períodos determinados e os limites da sua habitação, para que os homens procurassem a Deus e se esforçassem realmente para O atingir e encontrar. Na verdade, Ele não está longe de cada um de nós. É n’Ele que vivemos, nos movemos e existimos, como disseram alguns dos vossos poetas: ‘Somos da raça de Deus’.

Se nós somos da raça de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, à prata ou à pedra, trabalhados pela arte e engenho do homem. Sem olhar a estes tempos de ignorância, Deus fez saber agora aos homens que todos e em toda a parte se devem arrepender; pois Ele fixou um dia em que há-de julgar o universo com justiça por meio de um homem que escolheu, e deu a todos motivo de crédito, ressuscitando-O de entre os mortos».

Ao ouvirem falar da ressurreição dos mortos, alguns zombavam, mas outros disseram: «Havemos de te ouvir falar disto ainda outra vez». Foi assim que Paulo saiu do meio deles. No entanto, alguns homens juntaram-se a Paulo e abraçaram a fé: entre eles, Dionísio, o Areopagita, e também uma mulher chamada Dâmaris, e outros com eles. Depois disto, Paulo saiu de Atenas e foi para Corinto.
Salmo Responsorial: 148
R/. O céu e a terra proclamam a vossa glória.
Louvai o Senhor do alto dos céus, louvai-O nas alturas, louvai-O, todos os seus Anjos.

Reis e povos do mundo, príncipes e todos os juízes da terra, jovens e donzelas, velhos e crianças;

Louvem todos o nome do Senhor, porque o seu nome é sublime, a sua majestade está acima do céu e da terra.

Exaltou a força do seu povo: louvem-n’O todos os seus fiéis, os filhos de Israel, seu povo eleito.
Versículo antes do Evangelho (Jo 14,16): Aleluia. Eu pedirei ao Pai, que vos dará o Espírito Santo, para estar convosco para sempre. Aleluia.
Evangelho (Jo 16,12-15): «Tenho ainda muitas coisas a vos dizer, mas não sois capazes de compreender agora. Quando ele vier, o Espírito da Verdade, vos guiará em toda a verdade. Ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo quanto tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque receberá do que é meu para vos anunciar. Tudo que o Pai tem é meu. Por isso, eu vos disse que ele receberá do que é meu para vos anunciar».

«Ainda tenho muito que vos dizer»

Rev. D. Àlex SERRA (Sant Cugat del Vallès, Barcelona, Espanha)

Hoje é um dia especial! Imagine o dia típico em que você está com sua família ou amigos e tem muitas coisas para contar a eles. Talvez você não os veja há muito tempo ou tenha vindo de uma ótima viagem ou, simplesmente, você teve um dia cheio de experiências. Você quer explicar tudo, mas você não tem tempo suficiente. Bem, isso é o que aconteceu com Jesus. É por isso que diz: "Ainda tenho muito que vos dizer" (Jo 16,12).

Vamos imaginar Jesus com seus melhores amigos, os discípulos, dizendo-lhes que quando eles têm o Espírito da verdade - isto é, seu próprio Espírito - eles pregarão sem medo em todo o mundo, com entusiasmo espetacular, e que terão uma vida fantástica com Ele. Com isso ele não diz que não temos problemas, mas que os enfrentamos de outra forma, pois com o Espírito de Deus tudo é possível. O Espírito faz tudo novo, desmascara nossos medos, muda nossa vida, nos faz sair do que nos torna incômodos, nos ajuda a amar aqueles que nos sãos difíceis ... e que cada um pense no que o Senhor precisa para mudar em sua vida.

Tudo isso é o que o Espírito comunica e anuncia. Uma vida nova onde o absurdo que podemos viver é confrontado com o Espírito do Senhor e, como disse o Papa Francisco em 2020 na Missa de Pentecostes marcada pelo confinamento devido a Covid-19, uma vida de doação! Este é o fruto do Espírito: o dom aos outros, para a unidade dos discípulos. Recebemos o Espírito, mas não para nós mas para os outros, para aqueles que estão ao nosso lado, seja quem for ...

Espero que hoje sejamos discípulos fiéis do Senhor, ou melhor, que hoje sejamos verdadeiros amigos daquele que nos dá a Vida e nos perguntemos: se sou discípulo do Senhor, como me entrego aos outros? Eu lhes dou a vida?

«Quando ele vier, o Espírito da Verdade, vos guiará em toda a verdade»

Rev. D. Santi COLLELL i Aguirre (La Garriga, Barcelona, Espanha)

Hoje, Senhor, uma vez mais, queres abrir-nos os olhos para que demos conta de que com demasiada frequência fazemos as coisas ao contrário. «O Espírito da Verdade, vos guiará em toda a verdade» ( Jo 16,13), aquilo que o Pai deu a conhecer ao filho.

É curioso!: mais que deixar-nos guiar pelo Espírito (que grande desconhecido em nossas vidas!), o que fazemos é, seguir a direito, impor-lhe as coisas uma vez que já tomamos as decisões. E o que hoje se nos diz é bem diferente: deixar que Ele nos guie.

Penso, Senhor, em voz alta… Volto a ler o Evangelho de hoje e vêem-me à cabeça os meninos e meninas que receberam a Confirmação este ano. Vejo os que me rodeiam e estou tentado a pensar: —Estão tão verdes! A estes, o teu Espírito não os leva nem pela frente nem por detrás; e melhor se deixam guiar por tudo e por nada!

Aos que somos considerados adultos na fé, faz-nos instrumentos eficazes do teu Espírito para chegar a ser “contagiadores” da tua verdade; para tentar “guiar-acompanhar”, e ajudar a abrir os corações e os ouvidos daqueles que nos rodeiam.

«Tenho ainda muitas coisas a vos dizer» (Jo 16,12). —Não de retenhas, Senhor, em dirigir-nos a tua voz para revelar-nos as nossas próprias identidades! Que o teu Espírito de Verdade nos leve a reconhecer tudo aquilo de falso que possa haver nas nossas vidas e nos faça valentes para emendá-lo. Que ponha luz nos nossos corações para que reconheçamos, também, aquilo que de autentico há dentro de nós e que já participa da tua Verdade. Que reconhecendo-o saibamos agradecê-lo e vivê-lo com alegria.

Espírito de verdade, abre os nossos corações e as nossas vidas ao Evangelho de Cristo: que seja esta a luz que ilumine a nossa vida quotidiana. Espírito Defensor, faz-nos fortes para viver a Verdade de Cristo, dando testemunho a todos.