Nosso site usa cookies para melhorar a experiência do usuário e recomendamos aceitar seu uso para aproveitar ao máximo a navegação

Uma equipe de 200 sacerdotes te comentam o Evangelho do dia

Ver outros dias:

Dia Litúrgico: Quinta-feira da 5ª semana da Páscoa

Evangelho (Jo 15,9-11): «(...) Se observardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu observei o que mandou meu Pai e permaneço no seu amor (...)».

Amar a vontade de Deus

Rev. D. Lluís RAVENTÓS i Artés
(Tarragona, Espanha)

Hoje escutamos mais uma vez a confidência que nos fez Jesus na Quinta Santa: o amor do Pai ao Filho é imenso, terno e entranhável. E desse jeito nos ama! O Pai ama ao Filho, e Jesus não deixa de dizê-lo. O Pai proclamou bem forte no Jordão, quando declarou que Jesus era o seu Filho amado Aquele em que estava seu pleno agrado; e mais tarde, de modo semelhante, no Tabor.

Jesus respondeu: «Abba», pai! Agora, revela-nos que do mesmo jeito que lhe ama o Pai, assim nos ama a nós. O que faremos? Mantermos em seu amor, observar os mandamentos, amar a Vontade do Pai. Mas nós, que somos débeis e inconstantes, perderemos para sempre a sua amizade? Não, Ele não permitirá que sejamos tentados além das nossas forças para resistir!

—Senhor, se alguma vez me apartar dos Teus mandamentos, Te peço a graça de voltar correndo como o filho prodigo à casa do Pai por meio do Sacramento da penitência.